Pular para o conteúdo principal

Como fazer uma aplicação real?

Muitos fazem cursos de programação, mas as aulas são tão teóricas, os projetos tão acadêmicos, que muitas vezes não é tão facíl fazer uma aplicação para o mundo real. Se não for um DOM da pessoa, de gostar muito de programar e conseguir ser um programador de um sistema, aprendendo sozinho novas tecnologias, geralmente os melhores tutoriais estão em inglês, às vezes é uma tarefa bem difícil e bem distante de se conseguir. Claro que uma alternativa, é conseguir trabalhar em uma empresa de desenvolvimento de software e ganhar muita experiência na área, mas nem todos conseguem isto.

Primeiramente, segundo a academia, tem que se fazer uma boa arquitetura do sistema, para que o sistema suporte muitos usuários, muitos mesmo. Depois, tem que se conhecer bem sobre modelagem de banco de dados, para não ter uma dor de cabeça tendo que remodelar as tabelas, depois que o sistema já está quase pronto, ou se faz uma gambiarra e resolve.

Que tal um conhecimento prático, com passo a passo de uma aplicação real, em poucas horas? Sim, descobri a linguagem de programação para aplicação WEB usando Ruby on Rails e a partir daí, tudo mudou!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ruby on Rails - Mudanças entre o Rails 4 e o Rails 5

Para você que é iniciante no framework Ruby on Rails, pode ficar confuso ao ver que em diferentes tutoriais, dependendo da versão do Rails instalada, que os comandos para a criação da aplicação não serão os mesmos.

Isso porque o Rails 5 tem novos comandos que fazem a mesma coisa feita no Rails 4.

Alguns exemplos:


Após a criação de uma "migrate" é necessário gravar ela no banco de dados, então será necessário executar o comando abaixo:
Rails 4
$ rake db:migrateRails 5
$ rails db:migrate
Para atualizar as rotas da aplicação, depois que é feita alguma modificação no arquivo routes.rb, então será necessário executar o comando abaixo:
Rails 4
$ rake routesRails 5
$ rails routes
Para que não haja muita confusão para os novos programadores Rails, há uma convensão de que no Rails 5 é possível utilizar os comandos iniciando Rake ou com Rails, vai funcionar corretamente.

Se você já programa para Rails 4, os comandos que já aprendeu irão funcionar no Rails 5. Mas, se você é novo na área,…

Onde implementar um novo método ou variável?

Como sabemos, o framework  Ruby on Rails é baseado na arquitetura MVC. Desta forma, as principais pastas do projeto abaixo do nível /app são:
assets: onde ficam os CSS, JavaScripts e Imagens da aplicação.models: onde ficam os objetos da aplicação, geralmente representam uma tabela do Banco de Dados ou um Relacionamento entre tabelas. O nome dos arquivos geralmente estão no padrão "<nome_da_tabela>.rb" controllers: onde ficam as classes de controle, que permitem que os objetos (model) acessem a camada de apresentação (view). 
O nome dos arquivos geralmente estão no padrão "<nome_da_tabela>s_controller.rb"Observe que o nome da tabela deve ser no plural.views: onde ficam as páginas html da aplicação.O nome dos arquivos geralmente estão no padrão "<metodo_do_controlador>".html.erb Desta forma, o programador tem que saber onde irá criar novos métodos na aplicação, de forma que eles fiquem visíveis na camada de apresentação (View).


Quando for n…

Ruby on Rails - Por que é tão simples?

Ruby on Rails é uma framework para construção de aplicações WEB, que utiliza a linguagem Ruby. Ruby é uma linguagem interpretada orientada a objetos, que se comporta como se fosse uma linguagem funcional. E o que isto significa, em palavras menos técnicas, significa menos linhas de código, menos configuração, menos dependência com a IDE (aplicação para compilar o código). Por isso ela é tão simples!!

O framework Ruby on Rails tem a vantagem de já definir a arquitetura da aplicação no momento da criação do projeto. Parece mágica, sim, é muito simples e rápido, com apenas um comando para criação do projeto, você já tem toda a arquitetura pronta.

A arquitetura criada pelo framework é baseada no Padrão de Projeto (Design Pattern) MVC, para quem não conhece MVC, se você não sabe do que estou falando vale a pena dar uma lida aqui (mais completo) ou se você já ouviu falar veja este vídeo abaixo: